Acesso Rápido
ir direto para o conteúdo | ir direto para editorias | ver sitemap

Área do usuário

Conteúdo

//Esporte

25 de Julho de 2013 | 14:35

Petropolitanos terão aventura no Chile

TAG , ,
Foto: Divulgação

Redação Notícias da Serra

O espaço amplo e aberto há 1.600 metros acima do nível do mar. A beleza exuberante da região de vulcões. A adrenalina de estar descendo uma montanha de neve e gelo em rápida velocidade. Essas são algumas das emoções que dez petropolitanos vão sentir ao esquiar em Termas de Chillán, na próxima sexta-feira, (02). 

Encravado na Cordilheira dos Andes, a cerca de 450 km ao sul de Santiago, Termas de Chillán oferece um vasto leque de atrações para os turistas e aventureiros amantes de fortes desafios. O destino dos petropolitanos: Las Tres Marias, a pista mais longa da América do Sul, com 13 km de extensão. “Estou ansiosa com a experiência, sempre tive uma paixão por esqui e adrenalina”, declarou Rossana Abi Daud, proprietária da Acqua Sports, que já pratica a atividade há oito anos. 

Muito diferente dos esportes nacionais, o esqui é um esporte que os brasileiros não estão acostumados, sendo preciso um preparo específico para praticar a atividade. “Independente da modalidade, sendo as duas mais famosas snow board e esqui, é necessário um treinamento especifico”, explicou Abi Daud.

O grupo, que também conta com alguns iniciantes, tanto no esqui como no snow board, começou a treinar desde o início do ano, porém aumentaram o ritmo agora, nas semanas que antecedem a viagem. “Geralmente fazemos um treino de isometria e exercícios que trabalhem as musculaturas da panturrilha, da parte posterior e anterior da coxa, além de muito alongamento e preparo físico”, completou Rossana, que no início se forçou a não desistir. “Já voltei com braço quebrado, perna torcida e vários hematomas, mas foi amor à primeira vista, queria muito aprender e fui persistente até conseguir".

Com a ida marcada para a próxima semana, (02), o grupo ficará durante nove dias nas frias montanhas do Chile, se beneficiando de aventura e emoção. “A sensação de liberdade que o ambiente e o esporte proporcionam é indescritível. Sinto orgulho de mim mesma por ter aprendido depois de tanto esforço, e hoje conseguir encantar outras pessoas com o que tanto me encanta”, terminou Rossana, que está animada com a aventura que se aproxima e indica que os iniciantes tenham muita persistência e não desistam dessa incrível experiência. 

Comente!

Captcha